As atitudes após demissão nem sempre são as melhores, há reações negativas que são comuns na vida de quem foi demitido e agora precisa começar de novo.

E, por causa de pensamentos ruins, uma pessoa que foi demitida pode tomar decisões erradas.

Sem saber que está experimenta alguns dos 10 sentimentos mais comuns após demissão, opta pelo abatimento.

Se este é o teu caso, saiba como superar este momento ruim e partir para um recomeço profissional.

6 atitudes após demissão

Apesar de conhecermos algumas consequências de uma demissão e saber que é algo comum, nem sempre temos força imediata.

Mas alguns comportamentos podem ajudar superar a perda do emprego o quanto antes.

1. Aceitar e encarar a realidade

Normalmente são feitas algumas perguntas: “onde errei”?, “o que poderia ter feito para não perder o emprego”?

Junto vem o pensamento de ser “a pior pessoa do mundo”. O que não é verdade, claro!

A demissão pode ter vindo por vários motivos e, como estamos no Brasil, fazemos parte de um contexto sempre instável.

Milhões de brasileiros estão desempregados e você está incluído num cenário amplo e complicado.

Não é hora de se prender no passado, nas prováveis causas, mas aceitar e encarar a realidade de um desempregado.

2. Se alimentar bem

O desejo de se isolar em casa pode causar distúrbios alimentares. O desempregado tende a comer além do normal ou, como ocorre na maioria das vezes, se alimenta pouco e fora de hora.

É ideal continuar se alimentando corretamente, de forma disciplinada, fazendo todas as refeições que são feitas diariamente.

3. Cuidar da saúde mental e do corpo

O enclausuramento pode ser causado pelo medo do que as pessoas irão perguntar acerca do emprego. E ao ficar em casa, pode haver prejuízos à saúde.

Isso porque sem horas de sono suficientes e ausência de exercícios físicos podem prejudicar a saúde física e mental.

É importante continuar frequentando os ambientes esportivos, academias, e não se distanciar das pessoas que estão nestes locais.

São pessoas que podem nos dar importantes indicações profissionais para o nosso futuro.

4. Manter a rede de contatos

As recomendações podem vir de onde menos se espera, por isso é importante continuar participando das rotinas que for possível.

Além de manter contatos telefônicos e pela Internet (E-mail, Facebook, Linkedin, etc.), é essencial interagir com pessoas que possam te ajudar.

Amigos e colegas que estejam na mesma situação que você ou outros que estão empregados em outras áreas podem te dar boas informações.

5. Cadastrar ou atualizar dados em sistemas de empregos

Se você possuir, observe se teus cadastros estão atualizados em sites de empregos. Visite a agência de empregos da tua cidade também, pode ter vagas de emprego que te interessem por lá.

O Linkedin é uma das redes sociais focada em vínculos profissionais e é importante que o teu perfil esteja atualizado lá.

Caso não tenha, crie um perfil no Linkedin.

6. Não esbanje

Uma das mais importantes atitudes após demissão é não esbanjar.

É hora de redesenhar a carreira profissional e decidir, por exemplo, se irá trabalhar ou estudar para concursos públicos. Boa sorte!

 

Acrescente um comentário